Notícias


15/10/2020 0

DRA. ELIZABETH MARTINS MÉDICA E CEO DO CGO- CENTRO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Genes-do-cancer-de-mama.png

21/08/2020 0

Em um dos momentos mais importantes de uma gestante, que é o nascimento do bebê, sabemos que a mesma  tem o direito de ter um acompanhante ao seu lado.

cancer-de-mama-ativ-fisica.png

15/06/2020 0

“Um grande estudo Americano, envolvendo mais de 1000 mulheres, demonstrou que as mulheres que tiveram diagnóstico de Câncer de Mama e mantiveram um hábito de exercício semanal, em média 2,5 horas na SEMANA, diminuíram em quase 50% a chance do câncer voltar e a mortalidade do câncer em comparação com as mulheres que não mantiveram exercícios regulares.

“Ahh, mas 2h é muita coisa!!!”

 

  • Se mantiver uma caminha diária de 20 minutos, o benefício já é alcançado.
  • Não é difícil adquirir esse hábito tão prazeroso e aliado na luta contra o câncer.
  • Não é preciso ir na academia 1 dia e querer perder todos os quilinhos a mais no mesmo dia!
  • Hábito é necessário
  • Crie metas
  • Quebre as metas criadas.
  • Saia da rotina.

Benefício também foi visto nas mulheres que já faziam exercícios antes do diagnóstico e foi ainda maior!”

 

Dr Marcellus Ramos
Mastologista do CGO
Centro de Ginecologia e Obstetrícia

PHOTO-11-artigo-de-mama.jpg

29/05/2020 0

Achamos muito interessante esta publicação da Sociedade Brasileira de Mastologia e resolvemos publica-la para vocês na integra.

A Sociedade Brasileira de Mastologista faz um alerta às mulheres com diagnóstico atual de câncer de mama e que estejam em tratamento, principalmente quem realizou cirurgia recente e está passando por sessões de quimioterapia e radioterapia. Por apresentar uma certa deficiência imunológica, essas pacientes são consideradas mais vulneráveis e precisam redobrar os cuidados no seu dia a dia para evitar o contágio do novo coronavírus.

Nas próximas semanas, o número de casos de Covid-19 (doença provocada pelo vírus) deve aumentar e as pacientes que estiverem nessas condições devem seguir rigorosamente as recomendações de prevenção da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Seguem abaixo as principais recomendações:

  • Primeiro passo é: evite o pânico, basta seguir as recomendações e já diminui o risco.
  • Evite beijo, abraço e aperto de mão. É preciso mudar esse hábito por um ano. Todos vão entender a necessidade de cumprimentar apenas com um sorriso à distância.
  • Evite visitar idosos acima de 60 anos, um dos principais grupos de risco.
  • Lave sempre as mãos e procure não tocar o rosto. Lave frequentemente, esfregando água e sabão por um tempo maior, esfregue a palma da mão e as unhas, feche a torneira e abra a maçaneta com um pedaço de papel.
  • Higienize também as mãos com álcool gel 70%.
  • Cubra o rosto quando tossir. Dê preferência usando os ombros ou braços.
  • Evite aglomerações. Se puder permaneça em casa, evite locais fechados, com muitas pessoas.
  • Prefira fazer home-office.

No caso de sintomas que lembre uma gripe é preciso procurar atendimento médico para uma avaliação mais detalhada.
Algumas iniciativas também ajudam a melhorar a imunidade como se alimentar bem e de forma saudável, dormir bem de 7 a 8 horas por noite, praticar exercícios físicos leves ou moderados de forma regular, ter o peso adequado, evitar o estresse e não consumir bebidas alcoólicas.

IMPORTANTE:

Mulheres que já passaram pelo câncer de mama e encerraram o tratamento ou estejam passando pelo tratamento de hormonioterapia são consideradas com saúde normal e devem seguir as mesmas orientações de prevenção da população em geral.

Fonte: Sociedade Brasileira de Mastologia



NÓS CUIDAMOS, DE VOCÊ





NÓS CUIDAMOS, DE VOCÊ




CENTRAL DE ATENDIMENTO


21 2486 0644


WHATSAPP


21 99735 0013




CGO © 2020 –  Responsável Técnico: Dra. Elizabeth Martins CRM 52.47837-5



CGO © 2020 – Todos os direitos reservados | Responsável Técnico: Dra. Elisabeth Martins CRM 52.47837-5